O FUTURO DA HUMANIDE - REFLEXÕES






terça-feira, 4 de junho de 2013

0128-DEBATES...


Argumentou um cético da imortalidade do ser humano, em um debate em que participei: “...Ao fim da vida melhor será nos conformar com nosso próprio destino, o fim, e aproveitar para chorar de saudade de todos os dias que vivemos bem; em vez de chorar de tristeza por tê-los vivido tão pouco.”
Contra argumentei: Acredito que, antes que você chegue a essa fase da existência terá motivos convincentes para acreditar que, melhor mesmo será o dia em que não chorará de saudades nem de tristezas; nem por uma coisa nem por outra; mas, sorrirá de alegria por, enfim, termos dominado o medo deste momento e a sua causa, a morte.

A imortalidade, dádiva futura da evolução do conhecimento humano, nos aguarda; só não vê quem não quer ver; de mais um tempo ao tempo e será visível no horizonte da ciência, até mesmo aos céticos ateus e religiosos, a apoteose da imortalidade do ser humano; somos as últimas gerações a voltar às origens através do processo tradicional, a morte.  No porvir a desmaterialização Quântica, proporcionada e controlada pela ciência, será a forma usada para a viagem de volta ao sistema solar de nossa origem, ou para outro, em qualquer galáxia do universo...
Antônio Ferreira Rosa.