O FUTURO DA HUMANIDE - REFLEXÕES






domingo, 13 de janeiro de 2013

0108-A MULHER E A MATERNIDADE...


A mulher conquista sua independência biológica relacionada à reprodução, gradativamente, valendo-se da evolução da ciência e do conhecimento... Deu o primeiro grande passo em direção a liberdade, quando se livrou do jugo da gravidez indesejada, com o advento da “PÍLULA”, há mais ou menos cinqüenta anos...
Já foi considerada, pela ignorância das sociedades patriarcais do passado, imunda, e, indigna até mesmo de entrar nos templos por causa da natural, porém, desconfortável particularidade biológica da menstruação... Também neste caso a tecnologia proporcionou  mais uma importante conquista: já não precisa mais passar pelo, outrora, eterno desconforto, a medicina e os controles hormonais modernos, já permite evitá-la por anos a fora.
No futuro, penso, outra grande conquista proporcionada pela ciência e a tecnologia acontecerá, a gestação não subjugará mais a mulher por longos nove meses como tem feito nos últimos milhões de anos, causando desconfortos, sofrimentos dos mais variados e, até mesmo milhões e milhões de mortes... ÚTEROS ARTIFICIAIS serão uma opção; possibilitarão a gestação com mais segurança para mães e para filhos; com mais possibilidades de controles, e com mais qualidade; sem o desconforto, o sofrimento e a imobilização da mulher...
Pesquisas recentes dão a última tônica sobre o “perfil tradicional” da função maternal, constata que a, antiga “premissa” de que a mulher tem que ser mãe para se realizar, é falsa, não passa de mito; segundo os estudos a mulher moderna se realiza plenamente, tal como o homem, por outras funções e valores inerentes à sociedade...
Antonio Ferreira Rosa.